Adoro te devote



Adoro-Vos com devoção, Deus escondido,
que sob estas aparências estais presente.
A Vós se submete meu coração por inteiro,
e ao contemplar-Vos se rende totalmente.

A vista, o tato, o gosto sobre Vós se enganam,
mas basta o ouvido para crer com firmeza.
Creio em tudo o que disse o Filho de Deus;
nada mais verdadeiro que esta palavra de verdade.

Na Cruz estava oculta a divindade,
mas aqui se esconde também a humanidade;
creio, porém, e confesso uma e outra,
e peço o que pediu o ladrão arrependido.

Não as chagas, como Tomé as viu,
mas confesso que sois o meu Deus.
Fazei que eu creia mais e mais em Vós,
que em Vós espere, que Vos ame.

Ó memorial da morte do Senhor!
Ó Pão vivo que dais a vida ao homem!
Que a minha alma sempre de Vós viva,
que sempre lhe seja doce o vosso sabor.

Bom pelicano, Senhor Jesus!
Limpai-me a mim, imundo, com o vosso Sangue,
Sangue do qual uma só gota
pode salvar o mundo inteiro.

Jesus, a quem agora contemplo escondido,
rogo-Vos se cumpra o que tanto desejo:
que, ao contempar-Vos face a face,
seja eu feliz vendo a vossa glória. Amém.